Blog 10 Fevereiro 2019

Nutrévola no Reino da UAN

Avalie este item
(0 votos)

Por Shirlei de Jesus:

Nutrévola ao unificar seu reino, aprendeu muitas lições e já cansada da mesmice do seu dia a dia, diz para Aurora sua afilhada para tomar conta do reino, pois ela iria fazer uma pequena viagem. Pensou, pensou, pesquisou e resolveu passar uns dias como Nutricionista de UAN.

Seu servo Corvo escolheu para ela um reino chamado UAN. Informou para ela que ela iria passar por muitos desafios, ela precisaria usar toda sua força interior para conseguir atuar naquele reino. No entanto, ele a alertou que ali naquele lugar não poderia usar sua magia. Ela teria que usar seus conhecimentos, habilidades, valores e atitudes. Teria que encantar e conquistar sua equipe.

No seu primeiro dia, ela logo ficou irritada, pois ao chegar percebeu que precisava cortar as unhas, retirar esmalte e a maquiagem, muitas normas e legislações esperavam por ela. Além claro de vestir roupas claras. Ela sabia que não seria nada fácil passar por tudo isso, mas uma vez que ela aceitou sua missão de revolucionar os serviços de alimentação e tornar as pessoas mais humanas, como já havia feito em seu reino, relevou logo a sua irritação. Estava pensando naquele momento em como iria sobreviver sem seus poderes mágicos. Mal sabia ela que todos nós temos poderes mágicos dentro de nós.

Chegou na área de produção e viu o caos instalado. Muita correria, desespero. Parecia um pântano que ela conhecia em seu reino. Em seus pensamentos e olhar era nítida a expressão do medo, do desconhecido, da insegurança de estar longe de seu reino, a falta de experiência. Ela pensou: “Pelos poderes do reino, quem são todos estes comensais???

Logo alguém a pegou pelo braço e disse: “Você deve ser a nova Nutrichata! Oi, sou o cozinheiro desta unidade. Seja bem-vinda ao caos!

Seu corpo estremeceu, mas ela elegantemente buscou sua força interior e perguntou sorrindo: “Ao caos! Como pode falar assim de um local que serve alimentos produzidos com tanto carinho e esforço? Sou Nutrévola, a sua fada madrinha, estou aqui para livrar-lhes do caos. Todos sorriram e logo aquele clima tão pesado se desfez.

Nutrévola foi informada pelo gestor que seria a líder daquele local, começou a observar sua equipe. Percebeu que assim como em seu reino existiam pessoas rancorosas, irônicas, cheia de medos e incertezas, que reclamavam o tempo todo da vida. Além das pessoas gananciosas e invejosas. Mas também haviam os seres iluminados que se ajudavam, eram gratos, pró ativos, engraçados e bondosos.

Ela logo perguntou o nome de todos e como poderia fazer para ajudar? Seu dia foi longo e intenso, muitas não conformidades para fazer seu plano de ação. Mas naquele momento, ela ouviu sua intuição, seu bom senso e resolveu apenas observar e pouco intervir. Precisava entender o perfil de sua equipe, precisava eleger as prioridades das ações.

Hahaha mal sabia ela que dentro da UAN, além dos colaboradores, ela teria que lidar com seres invisíveis: os micro-organismos, além dos insetos e pragas. Teria que dar um jeito também em fornecedores que foram escolhidos pelo gestor sem o menor critério.

Os meses se passaram, Nutrévola foi se descobrindo e desbravando aquele mundo incrível da UAN. Já não havia tantas não conformidades, aos poucos controlou os vetores e pragas ali instalados, selecionou novos fornecedores e adivinha: o custo diminuiu absurdamente após suas intervenções. Nutrévola chegou cheia de medos, angustiada, hostilizada mas com o tempo, como que por um encanto, depois de construir todo um trabalho se descobriu realizada. Nutrévola conquistou e encantou sua equipe. Em alguns momentos exercia o papel da Nutribruxa, em outros a Nutrichata. Mas ela levava esses comentários com humor. E até começou as usar os termos em algumas conversas com seus colaboradores.

Nutrévola em alguns momentos sentiu muita vontade de desistir, sentiu-se sozinha, no entanto ela sabia que era preciso lidar com suas emoções e dominá-las. Se recusava a ser escravizada por sentimentos como a raiva, a decepção a traição.

Ela se reinventou todos os dias. Entre lágrimas e sorrisos teve que aprender a lidar com suas versões fada madrinha, heroína, bruxa e chata. Nutrévola só conseguiu superar-se e ver suas vitórias diárias, porque tinha muito amor no coração, apesar de as vezes parecer uma vilã. Na verdade ela era uma verdadeira fada madrinha que veio para transformar aquele pântano e um belo jardim de talentos.

Ela soube ter paciência, sabedoria, clareza, resiliência e persistência. Soube ser flexível, criativa, cultivou a relação interpessoal, estimulou, motivou. Ensinou com o exemplo a grandeza de produzir alimentos seguros, saborosos e saudáveis. Soube orquestrar os desafios, vencendo-os com sabedoria. Foi líder! Foi gigante.

Ela se recusou a entrar na zona de conforto e continuou sua busca incessante por promover saúde para o mundo. Nossa como ela estudava!

Com seus novos conhecimentos e visão de futuro resolveu partir para outras missões. Foi indescritível o carinho que ela recebeu ao sair daquela unidade. Deixou muitas amizades, deixou um legado, transformou o caos em “paraíso”. Conquistou tesouros e segredos que agora iriam transformar muito mais vidas. Ela tirou uma lição importante deste reino que se chama UAN:

Todos nós temos momentos de fraqueza e fortaleza, todos nós temos sombras e luz, somos heróis e vilões. A magia da humanização é aprender a conviver com todos estes personagens dentro de nós mesmos e evoluir.

Ao sair Nutrévola encontrou seu servo corvo, e então perguntou:

Qual será nossa próxima missão?

Ele respondeu sorridente: Descobri minha rainha, que dentro deste universo da UAN existem muitos reinos, agora vamos para um reino que se chama Nutrição escolar! #partiunep

E aí gostou da história, se identificou? Vou adorar ler seu relato!

Lido 117 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Instituto Pró Nutrição

Guará - Brasília-DF

Whatsapp: (61) 99626-8856 Atendimento de 08:00 às 18:00
institutopronutricaoO endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. 

Depoimentos